Arquivos mensais agosto 2015

E se o apocalipse zumbi acontecesse no Brasil? (Aviso: Piadinhas mórbidas no texto)

A revista Super Interessante consultou o professor de Direito Penal da PUC de São Paulo Cláudio José Langroiva Pereira sobre o que aconteceria se você matasse um zumbi, aqui no Brasil.

“Se o zumbi for considerado um objeto pós-morte, sem capacidade intelectual, e for propriedade de alguém, o dono do zumbi poderia reclamar perdas e danos morais em juízo. A pena para quem comete um crime de dano é de um a 6 meses de prisão ou multa. Mas este tipo de crime não coloca ninguém na cadeia. A pessoa poderá realizar um acordo em juízo, reparar o dano e cumprir uma pena alternativa como, por exemplo, limpar cemitérios”.

“No entanto, matar um zumbi também pode ser um crime de maus tratos a animais...

Ler mais

Quando os anjos falam…

Nunca houve um planejamento para escrever “O Coala Caolho e Outros Contos”. Não acordei um dia e decidi que ia escrever sobre bullying para crianças, que teria esse nome e que seria dessa forma e tal…

Os contos foram surgindo, escritos em épocas diferentes, e quando eu tinha vários, percebi que eles falavam do mesmo tema: diferenças. E nunca tinha visto nenhum livro infantil que falasse sobre bullying, diferenças, sem ser “didático” no pior sentido.

Quando o livro aconteceu, tive vários feedbacks positivos de várias pessoas, o que me deixou feliz, mas não sabia se as “mensagens” contidas no texto chegavam onde eu queria, se no meio de toda a fantasia havia espaço para que o que eu queria ficasse guardado em algum lugar na alma das crianças que lessem.

Uma psicóloga chegou a me ...

Ler mais

O que mais me amedronta…

(…)A violência virtual, não se engane, é a mesma violência presencial. E a violência verbal em nada difere da violência física. Ninguém deseja mais convencer o outro – o desejo agora é de eliminar o outro. Esmagá-lo. Aniquilá-lo. Não há troca nem conversa entre posições diferentes – há declarações de guerra e briga de rua. Não há mais “eu entendi seu ponto, discordo de você e vou explicar por quê”. Vale apenas o novo mantra: “eu não te conheço, nem tenho interesse em te conhecer, mas te odeio e vou acabar com a tua raça”. O Facebook não criou o totalitarismo ideológico entre nós, ele apenas, com a vitrine fácil que oferece, tornou isso mais claro e pervasivo. (…)

http://projetodraft.com/o-dia-em-que-fui-escoiceado-pela-cultura-do-odio

Ler mais

A volta do Coala…

Foi – e está sendo – uma correria, fui pego de surpresa, e ainda estou meio assustado…

Umas trocas de mensagens, e-mails, e pronto, o meu livro infantil ” O Coala Caolho e Outros Contos” virou peça de teatro!

Graças a minha amiga linda e atriz Sabrina Vianna, que se apaixonou pelo livro desde o início e veio amadurecendo essa ideia desde então.

994768_212130615600857_1274177101_n

 

Sou grato a ela não só por estar levando meus contos para um grande público como também pelos anos de amizade. Muito Obrigado, Sassá, muito obrigado mesmo!

 

999260_212255318921720_85552857_n

Tá explicado!

 

 

E que venha um grande sucesso!

 

Ler mais