Categoria Literatura

Eu sou a Leopoldina!

Eu acabei de ler a biografia da Dona Leopoldina, a Imperatriz. Mulher maravilhosa. Ai fui dormir as 3:45 e sonhei que eu tomava um café com leite amargo na minha sala e pela porta adentrava uma mulher com um coque ruivo – coisa nunca vista – me dizendo que eu era a reencarnação da Dona Leopoldina. Acordei com aquele gosto bege na boca e comecei a pensar no sonho. No Google não tinha o significado de sonhar com ruiva de coque e nem de reencarnar como Imperatriz. Mas comecei a achar que era verdade e digo o porquê.

Não, eu não pareço a Letícia Colin. Até porque, se parecesse, não estaria escrevendo num blog pouco ou quase nunca frequentado.

Mas pensei na paciência da Leopoldina e me identifiquei bastante...

Ler mais

Kafka, Mônica Juliana, Banheiro, Ariclê Perez e Leo

“…um escritor que não escreve é, na verdade, um monstro que corteja a insanidade.”

Kafka, tô cortejando a insanidade tanto… A última vez que vim aqui já tem mais de um ano… fico procurando temas pra escrever, e já aprendi que isso é a faca que fura o intestino do escritor e que o leva a morte…

“Escreva, não deixe de escrever! Escreva qualquer coisa, até lista de compras… mas nunca deixe de escrever!”, me disse a saudosa Ariclê Perez.

Não obedeci. Não por rebeldia, mas por problemas. Psicológicos. Mas eis que aqui estou de volta e sem tema. Devaneando no banheiro veio algo. Estava com o notebook – sim, eu o levo para o banheiro as vezes… – fui até o google, achei o site significados.com.br e veio a seguinte explicação: “Amigo é o nome que se dá a um indivíduo que manté...

Ler mais

E os vídeos voltara pra sexta!!!! Aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!

E hoje os vídeos voltam para o dia na qual não deveria ter saído!!!

 

Ler mais

Respondendo as perguntas das leitoras da Capricho…

Ler mais

Fingimento

Ler mais

MUITO SOBRE COISA NENHUMA

Ler mais

Quando os anjos falam…

Nunca houve um planejamento para escrever “O Coala Caolho e Outros Contos”. Não acordei um dia e decidi que ia escrever sobre bullying para crianças, que teria esse nome e que seria dessa forma e tal…

Os contos foram surgindo, escritos em épocas diferentes, e quando eu tinha vários, percebi que eles falavam do mesmo tema: diferenças. E nunca tinha visto nenhum livro infantil que falasse sobre bullying, diferenças, sem ser “didático” no pior sentido.

Quando o livro aconteceu, tive vários feedbacks positivos de várias pessoas, o que me deixou feliz, mas não sabia se as “mensagens” contidas no texto chegavam onde eu queria, se no meio de toda a fantasia havia espaço para que o que eu queria ficasse guardado em algum lugar na alma das crianças que lessem.

Uma psicóloga chegou a me ...

Ler mais

O que mais me amedronta…

(…)A violência virtual, não se engane, é a mesma violência presencial. E a violência verbal em nada difere da violência física. Ninguém deseja mais convencer o outro – o desejo agora é de eliminar o outro. Esmagá-lo. Aniquilá-lo. Não há troca nem conversa entre posições diferentes – há declarações de guerra e briga de rua. Não há mais “eu entendi seu ponto, discordo de você e vou explicar por quê”. Vale apenas o novo mantra: “eu não te conheço, nem tenho interesse em te conhecer, mas te odeio e vou acabar com a tua raça”. O Facebook não criou o totalitarismo ideológico entre nós, ele apenas, com a vitrine fácil que oferece, tornou isso mais claro e pervasivo. (…)

http://projetodraft.com/o-dia-em-que-fui-escoiceado-pela-cultura-do-odio

Ler mais

A volta do Coala…

Foi – e está sendo – uma correria, fui pego de surpresa, e ainda estou meio assustado…

Umas trocas de mensagens, e-mails, e pronto, o meu livro infantil ” O Coala Caolho e Outros Contos” virou peça de teatro!

Graças a minha amiga linda e atriz Sabrina Vianna, que se apaixonou pelo livro desde o início e veio amadurecendo essa ideia desde então.

994768_212130615600857_1274177101_n

 

Sou grato a ela não só por estar levando meus contos para um grande público como também pelos anos de amizade. Muito Obrigado, Sassá, muito obrigado mesmo!

 

999260_212255318921720_85552857_n

Tá explicado!

 

 

E que venha um grande sucesso!

 

Ler mais

TOP 10 de curiosidades sobre o Leo

Acho que todo mundo sabe do meu amor pelo meu filho Leo… decidi escrever sobre 10 peculiaridades dele.

1- Leo é apaixonado por leite. Não pode ver a caixa, que fica louco!

2 – Todos os dias, por volta das 19h, eu aviso: “Seu pai vai chegar!” e ele corre pra porta e fica esperando o Marcos chegar;

3 – Ele morre de vergonha de que alguém veja ele fazendo coco;

4 – Ele morre de vergonha de ver alguém limpando o coco dele;

5 – Ele odeia tirar foto! Só apontar a câmera ou celular pra ele, que ele sai, vira a cara, …

6 – Assim que o Marcos sai pra trabalhar, ele sobe na cama e dorme comigo. Mas se eu me mexer, ele vem e começa a me encarar assim:

1609788_834381116647967_5686933620203617539_n

“Não vai acordar, não?”

7 – Vestiu smoking no dia do meu casamento e ficou super feliz...

Ler mais