Quando os anjos falam…

Nunca houve um planejamento para escrever “O Coala Caolho e Outros Contos”. Não acordei um dia e decidi que ia escrever sobre bullying para crianças, que teria esse nome e que seria dessa forma e tal…

Os contos foram surgindo, escritos em épocas diferentes, e quando eu tinha vários, percebi que eles falavam do mesmo tema: diferenças. E nunca tinha visto nenhum livro infantil que falasse sobre bullying, diferenças, sem ser “didático” no pior sentido.

Quando o livro aconteceu, tive vários feedbacks positivos de várias pessoas, o que me deixou feliz, mas não sabia se as “mensagens” contidas no texto chegavam onde eu queria, se no meio de toda a fantasia havia espaço para que o que eu queria ficasse guardado em algum lugar na alma das crianças que lessem.

Uma psicóloga chegou a me dizer que crianças não entenderiam a mensagem… Fiquei sem saber.

Muito tempo se passou. Minha amiga Sabrina Vianna sempre falou em um espetáculo sobre o livro pelo qual ela se apaixonou, mas confesso que não pensava nisso. Até que aconteceu.

E hoje foi a estreia, na APAE da Penha, em Santa Catarina, para uma plateia de crianças com síndrome de down. E foi um sucesso! Eles amaram! Vários comentários deles, um chegou a dizer que queria ser jornalista igual ao Coala Caolho.

Mas o que eu tanto queria saber, finalmente me foi dito. E da maneira mais especial possível.

 

Um dos contos é sobre Mariana, uma coelha da páscoa que nasceu sem orelha e que por isso tinha vergonha de aparecer, de entregar os ovos, etc.

E no meio da apresentação, uma menina foi até a Sabrina e bem pertinho disse “Pára Mariana… você é linda como eu…”

E disse que agora só queria ganhar ovos de páscoa dela.

 

Alguns religiosos dizem que alguns anjos se disfarçam para passar suas mensagens da melhor maneira.

 

Sim, eu entendi. E chorei. E sou muito grato por isso.

 

Muito obrigado…

424579_596601727030569_1787723651_n

 

 

 

 

2 comentários para Quando os anjos falam…

  • Juliana Motzko  Diga:

    Ai Sandro, o que falar?
    Fiquei emocionada com esse depoimento.
    E vc sabe que as crianças são as criaturas mais puras e honestas do mundo… sua história tocou o coração delas… e acho que isso é talvez o mais gratificante de tudo… sempre! Tocar o coração das pessoas.
    Tô sem palavras aqui… mas muito, muito feliz mesmo! 🙂
    Um beijo! E que venham mais e mais corações tocados!

  • Sabrina vianna  Diga:

    Nossa que lindo post…amigo ainda estou meia extasiada!! O Coala encantou as crianças da APAE da mesma maneira ou até mais do que me encantou anos atrás …quando li seu livro…Quando li a primeira vez senti a força que o livro tinha e transformar em peça…como fazer isso?Dai o próprio título me levou a solução …”e outros contos”,contar histórias!!! Contação de histórias!! De uma forma que as crianças pudessem participar,ser o coala,o sapinho,a Mariana …é…a Mariana fez bastante sucesso …as meninas amaram a mariana e o Coala encantou todos queriam segurar ele um pouquinho …e eu boba …com minha cabeça de adulta sempre achando que tudo estava ruim …estava beeeem insegura …pra no fim tudo ser mais simples do que a gente complica …Crianças são anjos sim e estou muito grata por Deus ter me dado sua amizade Sandro e seu talento de escrever um livro tão poético…Não sei quem é essa psicologa,mas é melhor ela rever os conceitos dela e não subestimar as crianças.

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>